Rio de Janeiro / RJ - quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Acne X Isotretinoína

          A acne é o martírio de muitos adolescentes. Justamente na época em que a imagem tem tanta importância, surgem os cravos e as espinhas, diminuindo a auto-estima do jovem que, muitas vezes, se afasta do convívio social por vergonha ou para evitar as brincadeiras dos colegas.

          Alguns casos são resistentes aos tratamentos convencionais, geralmente prolongados e mal tolerados pelos adolescentes. Outros podem se tornar muito graves, deixando cicatrizes. Para estes casos, pode ser utilizada a isotretinoína.

          Medicamento derivado da vitamina A, a isotretinoína acaba com a doença, na maioria dos casos, em cerca de 6 a 8 meses. A medicação age nas glândulas sebáceas reduzindo o seu tamanho, diminuindo a secreção do sebo e alterando a sua composição, além de evitar a obstrução da abertura do folículo piloso e de reduzir a inflamação.

Usualmente, percebe-se melhora da acne desde o início do tratamento com a isotretinoína, mas é possível ocorrer uma piora da doença entre a segunda e a sexta semana. Este agravamento vai se reverter logo em seguida, com evolução gradativa para o desaparecimento das lesões.

 Efeitos colaterais

          No entanto, o uso do remédio exige cautela, pois podem ocorrer efeitos colaterais. O mais grave é a teratogenia, ou seja, a isotretinoína causa defeitos no feto. Por isso, o seu uso é proibido em gestantes. As mulheres que têm vida sexual ativa devem usar 2 métodos anticoncepcionais concomitantes durante e até 2 meses após o tratamento. 

 Efeitos secundários

          Os efeitos secundários são aqueles que esperamos que vá acontecer, são reversíveis e, quando ocorrem, são facilmente tratados e desaparecem após o término do tratamento:

  • ressecamento labial (ocorre em 100% dos casos)
  • ressecamento das mucosas bucal, nasal e ocular
  • ressecamento intenso da pele
  • dores musculares e nas articulações
  • dor de cabeça
  • sangramento nasal (devido ao ressecamento da mucosa)
  • aumento do colesterol e triglicerídeos
  • alterações das enzimas hepáticas  
 Cuidados importantes
  • A pele fica mais sensível ao sol, devendo ser protegida com o uso de filtros solares
  • É recomendado o uso de umectantes labiais para evitar rachaduras
  • Usuários de lentes de contato podem necessitar de lubrificantes oculares com maior freqüência
  • Não tomar nenhum outro medicamento em concomitância da isotretinoína sem comunicar ao seu dermatologista responsável pelo seu tratamento.
  • O remédio deve ser ingerido após as refeições
  • Deve-se evitar a ingestão de bebidas alcoólicas durante o tratamento

          O tratamento da acne com a isotretinoína é, em geral, seguro, desde que seja adequadamente acompanhado pelo médico. Seus efeitos colaterais são bem conhecidos e podem ser controlados através de exames que devem ser solicitados pelo dermatologista responsável pelo tratamento e de acordo com a evolução do paciente.

Antes e após tratamento com Isotretinoína oral

Antes e após tratamento com Isotretinoína oral